Fichas são seções do museu destinadas à passar informações enquanto coletamos mais imagens para montar uma página maior sobre o assunto.
Lagartixa da areia
Liolaemus lutzae
   
Conhecido vulgarmente como lagartixa-da-areia, esta espécie da família Tropiduridae é endêmica do Estado do Rio de Janeiro, estando ameaçada de extinção principalmente pela ocupação humana nas áreas litorâneas.
Seu microhabitat está restrito à zona de praia com vegetação, que está sendo gradualmente reduzido pela ação antrópica (passagem de bugres, percursos offroads, traillers, quadras de vôlei de praia e futebol, etc.).
Seu tamanho, quando adulto, mede de 60 a 80 mm (sem considerar a cauda).
Sua temperatura corporal média é de 33,9 ± 2,6 ºC.
Detalhe da pata
Detalhe da cabeça
  Quando jovem, este lagarto possui uma dieta rica em artrópodos (besouros, formigas, aranhas e larvas, principalmente) e em folhas e flores de algumas espécies vegetais do habitat (Ipomoea litorallis, I. pes-caprae, Phylloxerus portulacoides e Alternanthera maritima). Quando adulto, sua dieta é principalmente constituída por material vegetal.
    Sua estação reprodutiva vai de Setembro a Novembro, com a fêmea colocando de um a quatro ovos, podendo colocar até três ninhadas por estação reprodutiva. Seus principais predadores são o caranguejo maria-farinha (Ocypode quadrata), o anu-branco (Guira guira) e a coruja buraqueira (Athene cunicularia).
Agradecemos ao biólogo e prof. do Colégio Pedro II, Prof. Pedro Teixeira Filho, a gentileza de ter nos enviado as informações acima.
 
 Por ser um assunto demais extenso, procure no índice as atualizações dele .
This page start on September, 30, 1999
Atual. em 22/06/2000
Last updated January 2007
Moira©PhotoDisc,Inc.