07/04/2003
E A LUTA CONTINUA!

  

                TEM QUE SER UM TEATRO

                                                               José de Souza Soares

  

                                   Se por acaso estão ai pensando que eu esqueci da construção do Teatro Municipal de Maricá, saibam que só deixarei de reivindicar, quando a referida casa de espetáculos estiver em pleno funcionamento, para alegria dos artistas  e dos apreciadores da arte cênica desta cidade. É para mim uma questão de honra e de dever como cidadão que sempre lutou pelas artes.

                                   Minha militância no campo das artes, não é de hoje, vem de muito tempo. E não vai ser agora que vou jogar a toalha por não ter ainda conseguido sensibilizar o Poder Público no sentido de erguer um Teatro nesta cidade. Se não for nesta gestão, que seja na próxima – isto pouco importa – desde que o sonho se torne uma realidade para o bem dos profissionais do Teatro e dos amantes deste segmento tão importante da nossa arte.

                                   Ao longo desta luta, tenho recebido diversas adesões de pessoas, que através de e-mails, tem me incentivado bastante. Algumas sugerindo uma campanha mais ousada que tenha maiores reflexos naquela parcela que não tem ainda acesso aos modernos meios de comunicação, como a Internet. Mas, prefiro ir aos poucos, com doses homeopáticas, porque sei que devagar se vai ao longe, e devagar a gente chega um dia onde deseja chegar. O apressado come sempre cru. E não é o que se deseja.

                                   Assim, estou aqui mais uma vez para lembrar ao Poder Público que Maricá precisa ter o seu Teatro Municipal. Anfiteatro ou Concha Acústica, não resolvem. Tem que ser um Teatro, e ponto final.